• Dia Mundial da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho
terça-feira, 31 março 2020 16:16:57

Coronavírus. Sobe preocupação com violência doméstica.

O isolamento das famílias é imperativo para a contenção da COVID-19, mas pode significar um aumento do risco de Violência Doméstica. De facto, face à conjuntura atual de quarentena, os dados da violência doméstica dispararam em alguns países, chegando mesmo a triplicar. Presentemente, Águeda dispõe de uma Estrutura de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica (EAVVD). A Estrutura Dar Voz, da Delegação de Águeda da Cruz Vermelha Portuguesa, foi criada com o objetivo de fazer face a esta problemática, constituindo uma resposta específica de proteção, confidencial e gratuita. Promove a informação, o atendimento e o acompanhamento às vítimas, estendendo a sua área de intervenção aos municípios de Sever do Vouga, Albergaria-a-Velha, Águeda, Anadia e Oliveira do Bairro.

Este serviço está disponível através dos seguintes contactos:

924 244 008 / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. - EAVVD DAR VOZ

234 610 310 - Tribunal de Águeda

234 602 642 - Delegação de Águeda da Cruz Vermelha Portuguesa

Horário de funcionamento: Segunda a Sexta-feira // 10:00 às 17:00 horas

Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica, contacte!

Violência Doméstica é crime público. Denunciar é uma responsabilidade de TODOS!

Powered by jms multisite for joomla